skip to content

Sintonia Ambiental: cidadania, conhecimento e sustentabilidade

O programa de rádio Sintonia Ambiental, veiculado pela UFOP 106.3 FM desde 2010, pautava-se originalmente pela discussão de questões ambientais, com foco nas cidades de Ouro Preto e Mariana. Com base nos arquivos da emissora, foram produzidos 57 episódios ao longo de sua história, com a participação inicial de dois professores da UFOP: José Francisco do Prado Filho, do curso de Engenharia Ambiental, e Adriana Bravin, do curso de Jornalismo. 

José Francisco explica que, em 2008, quando foi coordenador do curso de Engenharia Ambiental, participou, no Ministério da Educação (MEC), de um edital nacional para abertura de novos Programas de Educação Tutorial (PET) para o curso de Engenharia Ambiental. Nele, entre as propostas no campo da extensão universitária, constava a elaboração de um programa de rádio intitulado "FM Ambiente – notícias da ecologia e legislação ambiental buscando o desenvolvimento sustentável". Entretanto, a ideia só foi concretizada em 2010. Na proposta apresentada ao MEC para a criação de novos grupos PET, o professor José Francisco expôs a intenção de revisar e reformular o programa como proposta de trabalho de extensão do PET, caso a proposta fosse aprovada no âmbito do Ministério da Educação.

Ao propor a revisão e a reformulação do programa, o docente fazia menção a uma proposta discutida em 2001, isso há apenas um ano após a criação do curso de Engenharia Ambiental na UFOP. "O projeto propunha elaborar curtas inserções na Rádio UFOP-FM que não foram efetivamente implementadas à época por dificuldades internas (carência de bolsas de estudos para os alunos e falta de candidatos interessados). Naquela época, o curso de Engenharia Ambiental ainda estava no início de execução e não houve alunos voluntários para a implantação dessa importante atividade de extensão", explica o docente no documento "Programa de Educação Tutorial PET 2008 – MEC/SESu" enviado ao governo federal.

Com base nessa tentativa inicial, buscou-se parceria com a professora Adriana Bravin, do ICSA, por meio do projeto de extensão "Jornalismo ambiental eletrônico: educação e cidadania nas ondas do rádio", que teve como seu primeiro articulador o professor de Jornalismo Carlos Alberto de Carvalho. "Eu ingressei no final de 2009 e fiquei, em 2010, à frente do projeto e da execução dos programas de rádio, do blog e dos artigos", explica Bravin. Esse trabalho resultou na parceria com o PET Ambiental e a Rádio UFOP Educativa.

"A interdisciplinaridade se deu através da parceria entre os cursos de Comunicação Social - Jornalismo e Engenharia Ambiental, unindo diferentes áreas do saber para concretizar o produto: o programa de rádio Sintonia Ambiental. Na busca por fontes de informação e pela compreensão sobre o meio ambiente das localidades, foram problematizados o quadro político e a existência de políticas públicas nos municípios. Visando interpelar a comunidade-ouvinte, as ações propostas seguiram o cunho educativo, creditando ao cidadão a possibilidade de acesso ao conhecimento e aos caminhos sustentáveis a serem construídos", explica a professora no artigo científico intitulado "Sintonia Ambiental: jornalismo ambiental eletrônico: educação e cidadania nas ondas do rádio".

A parceria entre os dois cursos durou, efetivamente, apenas um ano, mas a produção do programa Sintonia Ambiental continua em desenvolvimento com os estudantes e o professor tutor do PET Engenharia Ambiental.

10 anos da Engenharia Ambiental

O pré-lançamento do Sintonia Ambiental ocorreu no Salão Nobre da Escola de Minas da Praça Tiradentes, no dia 24 de setembro de 2010, e foi assim noticiado no Portal da Universidade Federal de Ouro Preto: "O programa é fruto do projeto de extensão 'Jornalismo ambiental eletrônico: educação e cidadania nas ondas do rádio e por meio de vídeos', em parceria com o PET Ambiental. O objetivo é abordar questões que afetam o cotidiano das cidades de Mariana e Ouro Preto e seus moradores, informando-os com base em perspectiva educativa, não somente sobre cuidados relativos às questões ambientais e de ecologia humanossocial, mas também prestando esclarecimentos sobre os múltiplos sentidos que a perspectiva ambiental comporta na atualidade". 

Segundo essa mesma fonte, o pré-lançamento marcava, na época, os 10 anos de criação do curso de Engenharia Ambiental da UFOP. A primeira exibição ocorreu no mês seguinte, no dia 4 de outubro. Participavam da produção de rádio estudantes bolsistas do então curso de Comunicação Social - Jornalismo e do PET Ambiental, sob a coordenação dos professores Adriana Bravin e José Francisco do Prado Filho, com a co-orientação do professor Adriano Medeiros.

Comunicação

Para dar visibilidade ao programa foi criado o blog do "Sintonia Ambiental: você ligado ao meio ambiente" que serviu para ampliar a divulgação do conteúdo radiofônico. A primeira publicação na página eletrônica é de 19 de outubro de 2010. A mesma ação ocorreu com a criação de uma conta no twitter: @s_ambiental.

A experiência com a rádio também foi socializada por meio do artigo científico "Sintonia Ambiental: Jornalismo ambiental eletrônico: educação e cidadania nas ondas do rádio" apresentado no 1° Encontro Interdisciplinar de Comunicação Ambiental (EICA), da Universidade Federal de Sergipe (UFS), no mês de abril de 2011. Assinam o artigo Izabella Magalhães, Olívia Mussato e Adriana Bravin, do Jornalismo, e Peterson Gonçalves de Lima, da Engenharia Ambiental. A produção foi apresentada também em comunicação oral no 23° Seminário de Iniciação Científica da UFOP pelo estudante Rodolfo Dias da Silva, sob a orientação do professor José Francisco Prado. 

Cartaz de divulgação produzido em 2010. Arte: Tábata Romero

Equipe

Além dos professores José Francisco do Prado, da Escola de Minas, e Adriana Bravin, do ICSA, também contribuíram com o projeto em sua fase inicial os docentes Adriano Medeiros e Ricardo Lima, segundo informações do Blog Sintonia Ambiental. Entre os alunos bolsistas do curso de Jornalismo estão: Allan Muller da Silveira de Almeida, Bruna Sudário, Dayane Marques, Izabela Corrêa Magalhães Coutinho, Luiza de Souza Barufi, Nilânia de Oliveira Figueiredo, Natália Goulart, Rodolfo Dias e Olívia Mussato da Rosa. Do PET Ambiental, fizeram parte da equipe: Ana Paula Parada, Clara Silva, Francysmary Dias Oliveira, Peterson Gonçalves, Simone Pereira e Thereza Vilaça. Atualmente o PET Engenharia Ambiental conta com a colaboração de 15 bolsistas, e dez programas estão em fase de produção.  

Confira na guia Podcast os episódios produzidos pelo Sintonia Ambiental.  


Ficha técnica: Sintonia Ambiental

Estreia: 04/10/2010

Produção: Programa de Educação Tutorial Engenharia Ambiental

Produtores: Adriana Bravin (2009/2010) e José Francisco do Prado Filho

Realização: Central de Comunicação Público-Educativa - Rádio UFOP 106.3 FM Universidade Federal de Ouro Preto 


Memória, Minha Experiência com o Rádio
Memória - Minha experiência com o rádio - Adriana Bravin
Memória - Minha experiência com o rádio - José Francisco do Prado Filho

Redação: Rodolfo Simões e Gláucio Santos - 26/09/2017

Últimas notícias

O rádio como amplificador de informações sobre os direitos e deveres do consumidor

16 Agosto 2018

“Direito do Consumidor”, que alcançou seis edições, tinha como tema central problemas que originam-se das relações entre comprador e vendedor, assim como contratado e contratante. Situações problemáticas que são comumente experimentadas nos dias de hoje. O programa de rádio vem justamente com esta finalidade: informar e...

Podcast destaca alunos da UFOP ligados a produção ciêntífica

16 Agosto 2018

No ar pela primeira vez no ano de 2009, os podcasts “Prata da Casa” demonstra exemplos de alunos da UFOP que se destacaram no meio acadêmico. O programa possui poucos episódios de média duração, cerca de sete minutos, realizados no formato de entrevistas, no qual o entrevistado relata a experiência acadêmica pela qual se...

Questões psiquiátricas são temas de programa na Rádio UFOP

15 Agosto 2018

"Abertamente" foi produzido pelo professor e psiquiatra Ricardo Moebus, do curso de Medicina da UFOP. Inicialmente são 5 produtos de curta duração que discutem a importância do paciente diagnosticado com transtornos mentais. O pesquisador explica que a psiquiatria se desenvolveu no século 19, até meados do século 20, com o...